[UA 842] São Paulo (GRU) -> Chicago (ORD)

| 0 comentários

Imagem

Voo: United Airlines [UA 842]
Origem: Aeroporto Gov. André Franco Montoro Intl. – São Paulo, SP
Destino: O’Hare Intl. Airport – Chicago, IL
Aeronave: 777-222ER (N793UA)
ETD (efetivo): 9:10 PM (9:49PM)
ETA (efetivo): 6:04 AM (6:34AM)
Tempo de Voo: 9 Horas e 45 Minutos
Assento: 9J Business Class


Bom aí vamos nesse Flight Report que me trouxe para os EUA, para começar a concretizar o meu sonho de um dia poder ser um piloto de linha aérea. Desde já peço desculpas a todos os leitores pela demora em postar este flight report mas é que a faculdade é bem puxada.

O dia começou de certa forma triste pois passaria um grande tempo longe de casa, estava literalmente largando tudo, pais, amigos, irmãos, cachorros e por aí vai e para piorar as coisas a viagem estava marcada para o dia 9 de maio, o segundo domingo de maio.

Cheguei a São Paulo por volta das 6 horas da tarde no meu grande conhecido voo da Tam que leva muita gente de Curitiba e Londrina para as conexões internacionais em Guarulhos.

Logo que desembarquei com minhas malas fui diretamente para a Asa A localizada no terminal de passageiros de número 1 onde está localizada a United Airlines no maior aeroporto da América Latina.

Após chegar ao Check-in passei pela checagem de bagagens onde um funcionário da companhia faz uma série de perguntas sobre quem arrumou a mala, quem a supervisionou e o que leva nela.Após isso fui para a fila de prioridades para o check-in e assim que fui chamado a um balcão para o check-in cerca de 10 minutos após minha chegada a primeira fila da United perguntei sobre a possibilidade de um upgrade para a Primeira Classe por ter ocorrido uma troca de equipamento.O voo que a princípio seria operado pelo 767-300 equipado com as novas poltronas Full-Flat foi alterado e nessa noite seria operado pelo 777 da companhia que ainda oferece as antigas poltronas na classe executiva.O atendente me levou até a loja da companhia localizada em frente ao check-in e aí esperei por cerca de 40 minutos por uma supervisora que me disse que nada podia ser feito e que a United apenas poderia me oferecer como forma de compensação 5000 milhas para minha conta de milhagem.
Então acabei aceitando a proposta embora não achasse justo por ser um cliente frequente voando em uma classe premium paga, a qual havia sido oferecida com um assento de 180 graus com o melhor serviço oferecido entre Brasil-EUA-Brasil e acabei tendo o que acho que é o pior serviço oferecido entre os dois países. Serviços que considero bons em sequencia de melhor para pior (os que já tive oportunidade de voar):

1- 767 United Airlines, 2- 777 e 767 American Airlines, 3- 767-200/400 Continental Airlines, 4- A330 Tam e por ultimo e 5- 777 United Airlines.

Feito o Check-in e meu assento foi confirmado como 9J, seria a janela na segunda fileira da primeira cabine da Classe Executiva localizada entre a Primeira Classe e a Galley da Classe Executiva, é uma cabine menor e geralmente mais silenciosa que a cabine principal.

Fui com o cartão de embarque e passaporte já na mão para passar pela checagem da Infraero, raio-x e depois Polícia Federal e este foi um ponto bom de estar viajando no dia das mães, o aeroporto estava praticamente vazio e demorei 15 minutos desde que entrei na fila da Infraero até chegar na sala vip da United conhecida como Red Carpet Club localizada no segundo andar da area do Duty Free no TPS1.

Após chegar a sala deixei minhas bagagens e já me dirigi a um dos mini-buffets que estão presentes no Red Carpet e me servi de alguns frios e depois de pedaços de bolo acompanhados de uma Coca-Cola.Após terminar o breve lanche era hora de receber as últimas chamadas de amigos desejando boa sorte na nova etapa da vida.

Por volta das 20:10 deixei o Red Carpet com destino ao Gate 4A onde embarcaria em um ônibus da Infraero até chegar a posição Golf-03 onde estava estacionado o grande T7 que naquela noite operaria o voo UA842 matriculado como N793UA.Um pouco mais sobre a aeronave: Avião foi entregue pela Boeing a United Airlines em Outubro de 1997 e leva a configuração de 12 assentos na Primeira Classe, 49 assentos na Executiva e 197 assentos de Econômica e Econômica Plus.O avião é equipado com 2 motores PW4090 com cerca de 90.000 lbs. de empuxo cada.

Por volta das 20:25 fui um dos primeiros passageiros a embarcar no imponente 777 que naquela noite teria uma longa jornada até a fria manhã que nos esperava em Chicago.Logo após me acomodar na 9J fui recebido por uma simpática e experiente comissária me perguntando o que gostaria de tomar durante o tempo de solo. Optei por uma Coca-Cola e quando a comissária me trazia a bebida mais americana do mundo já me trouxe o cardápio para fazer as opções para a janta e café da manhã e junto os formulários de entrada nos Estados Unidos.

Ás 20:50 a mesma comissária me trouxe a nescessaire e me perguntou o que gostaria de ter nas refeições durante o voo e fiz as seguintes opções: para o jantar massa agnolotti com gengibirre e batata-doce e para o café-da-manhã Omelete com queijo.

Cerca de 20 minutos mais tarde o Comandante Wayne fez um speech de boas vindas aos passageiros que naquela noite estavam a bordo para o voo até um dos principais hubs da United e um dos aeroportos mais movimentados do mundo.

Ás 9:23PM o push-back foi autorizado pela torre de Guarulhos. Alguns minutos esperando a autorização para o taxi após o push-back feito e o taxi para a cabeceira 27R via taxiways Golf e Bravo seguindo um 767-300 da Delta (informação via Channel 9).

Exatas 9:46 da noite de dia das mães no horário da Brasilia fomos autorizados a ingressar na pista 27R landing lights foram ativadas após ingressar e a decolagem foi autorizada 3 minutos mais tarde com vento de 4 knots com rumo 222, por alguns segundos os PW4090 mostraram de que são capazes e tiraram as cerca de 250 toneladas que pesava o N793UA naquela noite.

Decolamos e seguimos o rumo 270 depois fizemos uma curva de aproximadamente 180 graus passamos paralelamente a esquerda de GRU e tomamos a proa de Bragança.Ás 9:53PM a potência foi reduzida para manter o nível 048 por alguns minutos até que fosse autorizado a subir para o FL330.

Com cerca de 30 minutos de voo, com o Triple 7 estabilizado no nível de voo FL330 o entretenimento de bordo foi iniciado.22:15 foram servidos os nuts quentes com bebidas e a medida que iam acabando os nuts as comissárias que passavam pela cabine traziam potes com mais nuts por cerca de 10 minutos até que passou a bandeja dos panos quentes em preparação para o jantar.

Cerca de 1 hora após sair do solo em GRU o serviço de jantar foi iniciado na cabine Executiva e Primeira.Após um certo tempo apreciando a massa me dei por satisfeito antes mesmo de terminar o prato popando um lugar para a sobremesa.A medida que eram recolhidas as bandejas eram oferecidos chá e café. Por volta das 23:05 passou o trolley das sobremesas e minha opção foi um bolo de baunilha que estava muito bom. Após recolher os pratos de sobremesa as comisárias já deixavam garrafas de água para os passageiros.

Eu tinha dado uma fuçada no entretenimento de bordo mas era bem fraquinho então acabei escutando um pouco o Channel 9 e dando uma supervisionada no Airshow.E ao fim da sobremesa fechei a TV peguei meu fone e liguei o ipod que era um entretenimento melhor, com excessão do canal da Sirius XM.

Por volta da 11:10 da noite reclinei a poltrona me arrumei com o cobertor e travesseiro me preparando para dormir e peguei no sono, porém não por muito tempo, por volta das 12:15 acordei assustado com um forte balanço por cerca de 15 minutos sobrevoando a Amazônia, vi que o passageiro do meu lado também havia acordado assustado.

Algum tempo para a adrenalina baixar pois nunca tinha passado por uma turbulência tão forte em nível de Cruzeiro em um voo longo e depois sentir o avião descer para um nível de voo inferior.

Por volta das 7:30 da manhã acordei com os comissários já servindo o café-da-manhã na cabine onde eu viajava. Não demorou 5 minutos e ao verem que eu estava acordado trouxeram minha o que eu havia optado para o café da manhã. Após estar saudávelmente bem nutrido com um café com frutas e ovos, os pratos foram recolhidos por volta das 8:00 horas e mais 34 minutos de voo e aproximação, tocamos suavemente a pista 10 de O’Hare. Taxiamos por mais 6 minutos até ter os motores cortados pelo comandante Wayne no gate M14 no terminal de chegadas Internacionais de Chicago.

E enquanto eu esperava no Red Carpet do terminal C a minha conexão para Orlando o grande e já um pouco desgastado 777 N793UA foi levado para o gate C16 de onde saíria para Denver algumas horas mais tarde.

Espero que tenham gostado.

Check-in United, não estava muito cheio, ambos voos aparentavam baixas ocupações.
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

Já na sala Vip da UAL o Red Carpet, também usado pela Continental.
Cartão de embarque.
Imagem

Lanche
Imagem

Torre GRU um tanto distorcida.
Imagem

Já no ônibus da Infraero.
Imagem

Chegando ao imponente senhor de metal.
Imagem

PW4090.
Imagem

Outro T7 logo ao lado.
Imagem

Subindo as escadas.
Imagem

Asa.
Imagem

Entrando pela porta 2L.
Imagem

Minha inseparável mochila e o pitch.
Imagem

Durante o push-back.
Imagem

Taxiando na Bravo.
Imagem

Usufruindo das 180.000 lbs de empuxo.
Imagem
Imagem
Imagem

Passando por cima dos terminais de GRU.
Imagem

Curvando a esquerda logo após a decolagem.
Imagem

Nuts e bebida.
Imagem

Estabilizado no FL320.
Imagem

E o início do serviço de jantar com uma salada.
Imagem

Seguido de um prato de massa.
Imagem

Intervalinho rápido.
Imagem

E aí veio a sobremesa e logo depois dela me acomodei, fechei os olhos e descansei.
Imagem

Ponto onde na escura noite amazônica o T7 balançou fortemente por alguns minutos, e em alguns minutos já estava dormindo denovo.
Imagem

Aí estava sendo servido o Café da manhã.
Imagem

E o sol já estava forte sobre os "yankees".
Imagem

Poltrona United Business do T7.
Imagem

Antigos controles mecânicos da poltrona e TV.
Imagem

Imagem

Pitch.
Imagem

AirShow.
Imagem

Controles de TV, rádio e massagem lombar.
Imagem

Chegando em O'Hare.
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

Lake Michigan.
Imagem

Chicago Downtown.
Imagem

Passando na paralela de O'Hare.
Imagem

Já na perna base.
Imagem

Curvando para a final.
Imagem

Final para a pista 10.
Imagem
Imagem

"Grama tão bem cuidada que parecem os aeroportos brasileiros".
Imagem

fifty, forty, thirty, twenty, ten, ..., touch.
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem

Prédios do centro de Chicago.
Imagem

Taxiando para o gate M14.
Imagem

Corte de motores.
Imagem

N793UA sendo levado para o gate C16, de onde sairía para o próximo serviço da UA.
Imagem
Imagem
Imagem
Imagem